Entenda Turbo e Aspirado
Turbo ou Aspirado? Eis a questão

     Insatisfeitos com o desempenho de seus veículos, muitos proprietários têm procurado soluções para melhorá-lo. Desde o simples aumento do torque disponível em baixas e médias rotações até receitas capazes de mudar radicalmente a personalidade do veículo, tornando-o um verdadeiro "andadeiro".

     Em muitos casos, principalmente em veículos mais antigos, a preparação pode visar o melhor aproveitamento do motor através de recursos não disponíveis em sua época de fabricação, como o aumento da taxa de compressão, visando a tirar melhor proveito da qualidade do combustível disponível atualmente. Existem preparações e recursos disponíveis para todos os gostos, basta achar a ideal para o seu.

     Um comando com maior duração de abertura e levantamento das válvulas é em geral a primeira providência na preparação aspirada. O método a ser utilizado deve ser escolhido de acordo com o resultado desejado pelo proprietário e de quanto pretende se gastar na preparação. Entre os métodos mais utilizados estão a Preparação Aspirada e a Preparação Turbo. Existem outros tipos de compressores, como os acionados por correia acoplada ao virabrequim, mas estes não são muito utilizados no Brasil pelo maior custo. Só agora sua utilização tem sido mais frequente, em pickups importados com motores V6 e V8 de grande cilindrada.

     A preparação aspirada consiste em aumentar a capacidade de admissão de mistura ar - combustível de um motor atmosférico (sem compressor), através do aumento da área de passagem ou do tempo de admissão do ar a ser utilizado na queima de combustível. Utilizam-se para isto carburador(es) maior(es), filtro de ar de maior vazão, coletor de admissão que facilitem a admissão de mistura (coletores de geometria variável são muito utilizados pelas fábricas), além de alterar o levantamento e o tempo de abertura das válvulas através de um comando de perfil mais agressivo.

     O uso de válvulas maiores, além de molas de maior pressão que evitam flutuação em altas rotações, é muito apreciado na preparação aspirada. O aumento da taxa de compressão é benéfico, tanto no que diz respeito ao aumento do torque disponível quanto no consumo e emissão de poluentes. Carburador maior otimiza a alimentação, molas especiais evitam a flutuação das válvulas em altos regimes. A preparação aspirada tem custo inferior à preparação turbo quando o aumento na potência é de até 30%. Mas não existem só vantagens: de acordo com os componentes adotados pode ocorrer perda de torque em baixa rotação, e nos casos mais extremos a marcha -lenta é prejudicada. A escolha dos componentes deve ser feita com critério para não afetar a dirigibilidade no trânsito se a intenção for preparar um motor para uso em rua. Já no caso de uso em pista, o torque em baixas rotações e a marcha lenta estável perdem importância.


     Nos motores de baixa cilindrada é recomendável o aumento da taxa de compressão até o limite permitido pelo combustível, além do uso de comando de válvulas com perfil não muito agressivo (levantamento e tempo de abertura moderados) e carburador com venturi de medida favorável ao torque em médias e baixas rotações. Os mais beneficiados por uma preparação aspirada pesada são os motores de alta cilindrada e baixa potência específica, como os antigos 6 cilindros e V8, pois dispõem de alto torque e não sofrem com comando de válvulas de maior tempo de abertura e levantamento. Em alguns casos a perda de torque nem chega a ser sentida. Antigos motores V8 prestam-se bem à preparação aspirada, pois o torque abundante não é comprometido.



© Todos os direitos reservados ao site Carbritus ® All Rights Reserved - São Paulo - Brasil