Perguntas - Turbo

Todo carro pode receber um kit de turbo?

     Sim. Salvo raras excessões, qualquer veículo pode ser turbinado. Os kit's contam com um coletor de escapamento tubular que é feito sob medida, respeitando todos os outros componentes do motor, como alternador, compressor de ar condicionado, entre outros. Não há restrições quanto a injeção eletrônica de combustível.


Qual a durabilidade de um motor turbinado?

     Se a estrutura do motor for respeitada e a pressão utilizada for compatível (entre 0,4 e 0,6 bar mantendo-se o combustível original) a vida útil não é alterada e o risco de quebra está afastado. É importante lembrar que o motor tem a mesma durabilidade de um motor naturalmente aspirado, que consiste em: uso, manutenção e combustível de boa qualidade. Existem relatos de veículos que rodaram mais de 100.000km com turbo, e rodam até hoje. O maior responsável pela durabilidade de um motor turbo é o seu usuário.



É preciso abrir o motor ou trocar o combustível original para turbinar um carro?

     Não é necessário abrir o motor nem trocar o combustível original para turbinar um carro. Este procedimento só é necessário, na grande maioria dos motores, quando a pressão do turbo excede a 0,5 bar. Isto se o motor do carro estiver em boas condições, sem vazamentos, rajando ou algo do tipo caso contrário será necessario abrir o motor do carro para retificar as avarias apresentadas.


Qual é a pressão ideal para se utilizar no turbo, e qual é o ganho de potência?

     A pressão ideal e recomendada para a maioria dos motores é de 0,5 bar, que proporciona 50% a mais de potência. Mas isto é muito variável depende de como o motor foi preparada que equipamentos o carro possui e é claro como você pretende andar com ele.


Existe seguro para carros turbo?

     Sim. Veículos com turbo adaptados podem estar cobertos sem restrições. Existem companhias que aceitam esse tipo de seguro, algumas delas já possuem até a pergunta "veículo turbinado?" em seu questionário para verificar o valor da apólice. Um bom corretor de seguros pode resolver isso.


A instalação de turbo é proibida por lei?

     A lei proíbe a instalação de equipamentos e acessórios que alterem as características técnicas do veículo, e o turbo, desde que utilize o combustível original e atenda às Leis de Emissões de Poluentes e de Segurança, pode ser legalizado junto ao DETRAN, para tanto é necessário as Notas Fiscais de Instalação e as do Kit Turbo.



O que é a reprogramação do chip de injeção?

     A reprogramação do chip de injeção propicia um ganho de potência entre 10 e 15%, além da melhora do torque em todos os regimes. A vantagem desse tipo de preparação é que todos os parâmetros da injeção eletrônica permanecem originais, e o serviço é perfeitamente reversível. Quando reprograma-se um chip de injeção leva-se em conta o uso do veículo, estado de conservação do motor, resultando em uma preparação diferenciada e exclusiva para o carro. O chip pode ser feito em conjunto com uma preparação turbo ou aspirada.


Quais os tipos de preparação existentes hoje no mercado?
     
Existem dois tipos básicos de preparação: O Turbo e o Aspirado.
     O Aspirado: Consiste em alterar as características originais do motor através de um escapamento dimensionado, retrabalho na carburação / injeção eletrônica, troca de comando de válvulas por um de maior duração, retrabalho no cabeçote (ex.: tamanho de válvulas, taxa de compressão), melhora do sistema de ignição (bobina, cabos, módulo e velas). Em uma preparação aspirada podem-se utilizar de todos esses recursos ou apenas alguns visando um menor custo ou a manutenção do máximo de características originais do motor.
     O Turbo: Consiste basicamente em instalar no motor um coletor de escapamento com um turbocompressor. O turbocompressor utiliza como fonte de energia os gases de escapamento, que move um rotor ligado a outro através de um eixo. Esse outro rotor "aspira" o ar atmosférico e pressuriza o motor, resultando em uma maior quantidade de ar de admissão, resultando em maior potência. As vantagens do turbo são: consegue-se um ganho de potência significativo com um menor investimento, o motor mantém sua estrutura original e o processo é perfeitamente reversível. Além desses dois tipos existe a instalação de um kit de injeção de óxido nitroso, que consiste na instalação de um ou mais bicos que injetam o gás juntamente com combustível. O ganho de potência ocorre somente quando a mistura é injetada, fora isso o veículo é perfeitamente original.




© Todos os direitos reservados ao site Carbritus ® All Rights Reserved - São Paulo - Brasil